Requerimentos de Produto e Requerimentos de Projeto

Requerimentos de Produto e Requerimentos de Projeto

A confusão entre estes conceitos pode gerar falhas no gerenciamento do projeto e/ou no escopo do produto a ser entregue.

Para ajudar a separá-los, devemos lembrar de um dos conceitos mais básicos de gerenciamento de projetos: o produto é o resultado das ações de um projeto. O planejamento de um projeto deve levar em conta os requerimentos do produto, mas o projeto tem sempre requerimentos adicionais. Como forma de facilitar a compreensão, vamos tomar um projeto simples como exemplo: o projeto de construção de uma casa. Neste caso, é óbvio que o produto é a casa em si. Então quis seriam alguns dos requerimentos deste produto? Poderíamos citar:

  • a metragem quadrada da casa;
  • o número de cômodos que devem ser construídos;
  • a qualidade do acabamento dos pisos, paredes, etc.;
  • o atendimento a diversas normas técnicas;
  • outros detalhes especificados pelo cliente.

Como podemos notar, estes requerimentos de produto afetam a definição do escopo do projeto (o conjunto de deliverables a serem produzidos). É a partir destes requerimentos que o gerente de projetos sabe o que deve ou não ser incluído no projeto. Então, quais seriam os requerimentos deste projeto? Alguns que poderíamos considerar:

  • o prazo para conclusão do projeto;
  • as exigências de comunicação por parte do cliente;
  • o limite de orçamento a ser dispendido no projeto;
  • a necessidade ou não de fazer um processo detalhado de análise de risco.

Notem uma característica importante: os requerimentos de projeto não impactam diretamente o produto. Por exemplo, o fato do cliente exigir que a comunicação sobre o andamento do projeto seja feita de forma A ou B não muda a forma como a casa deve ser construída. No entanto, isso não quer dizer que os dois tipos de requerimentos sejam independentes. Todos os requerimentos de ambas categorias devem ser compatibilizados. A exigência do cliente de terminar uma casa de luxo em poucos meses, e com orçamento reduzido, pode ser simplesmente inviável.

É o trabalho do gerente de projetos administrar e compatibilizar os requerimentos do produto e os do projeto para o sucesso da iniciativa.

Autor: Luiz de Paiva

Artigo publicado originalmente no site http://stakeholdernews.com.br/